nuno (wish3r) wrote,
nuno
wish3r

  • Music:

indefinido

O tempo passa tão facilmente por nós.

Crescemos (ou não) mas o tempo acaba, sempre e sem perdoar, por passar por nós.

Daqui a 20 dias irá acontecer a marcha do orgulho lgbt em lisboa.

2008 foi o ano que a minha mãe ficou a saber que, em vez de uma "nora", tem um "genro". (sim, tenho consciência que esses termos não fazem sentido em portugal porque, tão simples quanto isto: eu não tenho direito a isso enquanto homossexual... apesar do tal artigo 13 na constituição)

admito que foi muito mais dificil para mim essa revelação do que para ela. além do mais foi ela que puxou do assunto, uma vez que eu tenho esperado e esperado pelo momento certo. afinal, ele - o momento certo - sempre lá esteve.

sabe bem não ter de inventar desculpas paralelas ao que estou a fazer. sabe bem dizer-lhe com quem estou e o que vamos fazer no fim de semana. sabe bem não ter (tantos) segredos.


no entanto, sei que ainda há um grande caminho a percorrer. até como pessoa, reconheço que, apesar de gay, tenho entranhado uns quantos laivos de homofobia. daqueles que não deviam estar lá, daqueles que surgem em situações imprevistas e me fazem vacilar. é daquela homofobia interiozada e mesquinha que fazem com que os mundos por onde deambulo se mantenham separados por uma distância de segurança. mas, cada vez mais, essa distância é cada vez menos. e é bom mas é, sem dúvida, um processo lento e, acima de tudo, contínuo. somos tantos - as pessoas - que a diversidade é a palavra de ordem. somos tão diferentes entre nós enquanto humanos - naquele sentido plural e individual - que é errado (e perigoso) tentar catalogarmo-nos.

eu vou à marcha. tenho pena - daquela mesmo a valer e que chega a doer nas extremidades - que tantas e tantas pessoas que são lgbt ou simplesmente heteros (que a heteronormatividade da sociedade os cegue) "simpatizantes" com a causa não vão, pura e simplesmente, à marcha porque a acham descabidada e uma ofensa à causa ou, pior do que isso, desnecessária.
tenho pena que depois seja apenas um grupo de umas centenas de pessoas a ter coragem para fazer a marcha em prol do orgulho da existência lgbt face à discriminação banalizada por todo lado.

não é desnecessária - acreditem. é, pelo contrário, muito mas muito importante.

a homofobia (considerando-a claro como um chapéu para todas as discriminações face à comunidade lgbt) está disseminada por todo o lado, incluindo em mim - tenho consciência disso. mas, a pouco a pouco, vou tentando dissipá-la de mim. em casa, com os meus amigos, no meu dia a dia e... na sociedade. Onde a raíz do mal está cravada nas próprias leis. Penso que começando a erradicá-la da própria lei e permitindo que a comunidade lgbt possa ser considerada igual ao resto da população - só ai é que é possível começar a mudar as mentalidades da sociedade face à enorme diversidade do ser humano.

a marcha é um pequeno passo e uma enorme afirmação da presença lgbt na sociedade. acredito que é um pequeno passo que pode levar à mudança.

eu vou à marcha. vocês também vão? expliquem-me, caso não vão, o vosso porquê.




este ano há um blog sobre a marcha... para ajudar na sua divulgação e ver se somos mais este ano.

http://marchalgbt2008.blogspot.com

O ano passado foi muito bom porque tive a presença de amigos hetero comigo na marcha. Foi tremendamente importante tê-los ao meu lado nesse dia. Como estou com eles nos momentos importantes das suas vidas.

Tags: marcha lgbt 2008
  • Post a new comment

    Error

    default userpic
  • 12 comments